Páginas

Londres 2015 - Dias 4 e 5

Como nestes dois últimos dias na cidade dos sonhos visitamos poucos locais não achei que fizesse sentido fazer duas publicações para somente três locais. Nestes dias visitamos três museus e dois deles foram dos meus locais preferidos na cidade.

O primeiro foi o Tate Britain que é um museu de arte britânica. O museu tem uma arquitectura de babar. Demos mais atenção às obras impressionistas do pintor Turner que ofereceu as suas peças a este museu se o público as pudesse ver de graça (simpático o senhor!). Eu gostei muito dessa parte e das pinturas e esculturas modernas (eu adoro arte moderna, há quem ache aquilo com pouco sal, mas eu adoro!)




 Da parte da tarde fomos a um dos meus museus preferidos, o Natural History Museu! É enorme e incrível. E a nave central (a da fotografia abaixo) faz-me muito lembrar Hogwarts, how cool is that? O museu estava a abarrotar mas mesmo assim deu para ver coisas giras como todos os animais, incluindo a réplica da baleia azul que é imensa, é mesmo gigante, uma parte sobre o corpo humano (que me fez lembrar o Pavilhão do Conhecimento que há no Parque das Nações em Lisboa, mas é ainda melhor!) e ainda a parte mais ligada à terra, desde um simulador do sismo do Japão que me meteu imenso medo, confesso, até às pedras preciosas lindíssimas. Só faltou ver os dinossauros que tinha uma fila enorme e uma parte que eu queria muito ver que tinha borboletas à solta. Mesmo assim valeu muito a pena!





Outro dos meus museus preferidos foi o Victoria & Albert Museum que visitamos no último dia em Londres, a seguir à visita seguimos para o aeroporto de volta para Portugal. Eu adorei este museu porque contém tudo um pouco daquilo que gosto, desde mobiliário, a moda, passando por escultura e pintura, é brutal, para não falar da fabulosa loja de recordações. A loja é enorme e tem coisas incríveis que nãos são muito caras, por exemplo comprei lá um caderno com um padrão chinês giríssimo como capa a 4£, mas pronto a loja é um aparte. O museu em si é fabuloso e também é enorme. Tem alguns locais mais interactivos, tais como um local onde pudemos experimentar uma luva de armadura, um suporte de saias ou até um espartilho. Havia também uma exposição que adorava ter visto mas os preços eram absurdos (com esse dinheiro podia ter comprado mais dois ou três cadernos..) que se chamava Shoes, Pain and pleasure. Havia também outra parte do museu com coisas mais recentes expostas como um iPhone ou um selfie stick. Gostei mesmo muito deste último museu.



 Por aqui terminam os posts de locais que visitei em Londres. Espero que tenham gostado e espero que isto um dia mais tarde vos seja útil!

Sem comentários:

Enviar um comentário