Páginas

2014, La Retrospectiva

2014, La Retrospectiva

2014 foi fabuloso, talvez dos melhores anos da minha misera existência. Foi nos mais variados pontos melhor que 2013, muito melhor. Descobri os meus amigos verdadeiros e eles por aqui continuam. Não me desiludem e estão cá sempre, mesmo quando acho que não está cá ninguém. Desiludi-me a mim mesma, fui-me a baixo, mesmo muito a baixo mas conseguiram fazer com que reemergir-se. Dei tudo de mim. Esforcei-me e mostrei que não era aquilo que as notas da minha pauta mostravam e consegui entrar no quadro de mérito. Durante 2014 não tive uma única negativa (ok tive um 47 a História mas a professora não batia bem da cabeça, não estou a brincar, mas agora tiro altas notas porque tenho uma professora competente, aleluia) Aprendi muito. Ensinei muito. E sorri ainda mais. Chorei de tanto rir e ri até me doer a barriga. E ainda, fizeram-me rir enquanto estava encharcada em lágrimas.

Em 2014 voltei à blogosfera. Uni-me a uma amiga minha no blogue dela e mais tarde criei o meu. Tenho imenso orgulho no Dancing Shoes e não poderia estar mais feliz com ele. Defini mais o meu estilo e fui muito mais eu mesma. Despi-me de preconceitos e e fui a Leonor. A Leonor que não quer saber da opinião dos outros e a Leonor que gosta de si tal como é. Exibi-me e mostrei-me sem filtros. Durante este ano aprendi a cozinhar, não é que já sei estrelar um ovo?! E tornei-me especialista em fazer scones e Lemon Curd. Em 2014 exigiram muito de mim. E essas exigências fizeram-me crescer. Dormi fora do chão. Fui ao acampamento regional e sai de lá com o 1º lugar. Tornei-me também especialista a fazer nós de cruz já que os fiz cerca de (vá arredondando) 60  vezes durante o Verão. 2014 foi um ano de realizações onde realizei imenso desejos. Entrei no Estádio do Futebol Clube do Porto e vi os One Direction ao vivo e a cores. Fui a um  festival de Verão e vi Capitão Fausto na 1º fila.  Fiquei rouca durante vários dias. Cortei uma onda e no mesmo dia fui de boca à areia. Ouvi música ao altos berros e andei a correr pela casa como se fizesse parte de um video clip. troquei de telemóvel e parti-lhe o ecrã todo. Conheci melhor a minha cidade portuguesa do coração e experimentei  comidas diferente e novas para o meu paladar.  Escrevi muito. E não li tanto como gostaria mas apaixonei-me pela fotografia e pelo desenho.

Em 2014 conheci Portugal  celebrei 13 anos em grande e percebi a onde pertenço. Participei num curso intensivo de primeiros socorros. Fui a Finisterra e a Compostela. Tive um pseudo rainbom cake e chorei mais do que nunca. Tive saudades e deu-me vontade de construir uma máquina do tempo e voltar atrás. Uni-me e confiei mais. Melhorei enquanto ginasta e enquanto pessoa. Vivi momentos inesquecíveis . Desisti daquilo que não me dizia nada e mandei uns malhos nossa senhora. Participei no sarau mais importante (até agora) da minha vida. Escrevi imenso. Tirei toneladas de selfies com as caras mais hilariantes do mundo. Fui pouco à praia e por isso este ano dei valor aos grãozinhos chatinhos que se colaram ao meu corpo durante anos anteriores. Em 2014 fui uma crazy fangirl, e se fui feliz, oh se fui. Fui bastante feliz. Daqui a um ano, se ainda por aqui andar, claro, que tenha memorias tão bonitas e tão nostálgicas como estas. Devíamos ficar felizes por termos razões que tornam o dizer "adeus" tão difícil. Só espero que só tenha tendência a melhorar.

Sem comentários:

Enviar um comentário