Páginas

FIG Lisbon World Cup - 3º Dia


Numa vida em que estas oportunidades não são muito abundantes, é pegar ou largar. E foi assim, que no sábado passado estive presente na Taça do Mundo de Ginástica Rítmica  (na bancada, claro). Oportunidades de ver as melhores do mundo, num local não muito longe foi fantástico, excepcional e havia muito tempo que os meus olhos não brilhavam tanto, talvez até mais que os próprios fatos das atletas que parecem sempre uma bola de espelhos que custam os olhos da cara.

Assisti à final de conjuntos (são os grupos de cinco raparigas) de bola e não conseguia parar de sorrir e foi impossível calar-me enquanto não contava tudo às minhas amigas. Foi impressionante, entusiasmante e repleto de pequenas aprendizagens. Aprendi que há um juiz para controlar se as atletas saem das linhas, por exemplo. O meu esquema preferido foi o da Bulgária assim como o meu fato preferido . Fiquem estupidamente surpresa com as Israelitas porque os media passam a imagem que Israel e um país muito degradado e cheio de guerra, mas nem tudo é mau e aquele país tem ginastas espectaculares e elementos novos, divertidos e fascinantes. Destaco também o conjunto júnior do Azerbaijão que se inspirou no Michael Jackson e que utilizou músicas, expressões faciais e corporais e movimentos inspirados no cantor e ainda saíram de praticável em moonwalk, excepcional, conquistou-me o coração pela originalidade. Adorei ver Espanha que utilizou movimentos e músicas tipicamente sevilhana e adorei ver que os espanhóis estavam lá em força e não faltaram "Olés!" nem "Vamos!". Para variar, a Rússia arrecadou mais umas quantas medalhas de ouro (para terem noção, a Rússia é a Amália do fado).

Foi uma hora fantástica neste terceiro dia da Taça do Mundo, com um ambiente festivo impressioante e cheio de ginastas com o triplo da minha flexibilidade, precisão, elegância, técnica (e a lista continua). Se eu fosse como elas, talvez eu até estivesse ali também. Não faltou diversidade cultural nem gritos de apoio em línguas esquisitas que não lembram a ninguém, fiquei estupidamente encantada e decidi que no dia seguinte iria aproveitar ainda mais esta edição da Lisbon World Cup.



Sem comentários:

Enviar um comentário