Páginas

TRAVEL GUIDE: PARIS | Palácio de Versalhes

Eu sonhei com o magnifico palácio de Versalhes durante muitos anos. Suspirava por ele nos livros de História e ambicionava entrar no palácio quando via fotografias e vídeos . Foi um sonho que já se apoderava de mim e finalmente consegui riscá-lo dos meus desejos. Comecei aos pulos de entusiasmo e fiquei espantada pela grandiosidade e exuberância do edifício. Eu sabia que o Louis XIV tinha a mania das grandezas mas não assim tanto. É enorme, imponente e com uns portões dourados lindos de morrer.

Este local já é na periferia da capital mas em meia hora chegámos lá. Tirámos o bilhete no dia anterior (foi gratuito para mim) através da internet e por isso achávamos que podíamos entrar logo no grandiosos edifício. Estávamos muito errados. Fomos na descontra já tarde e a realidade fechou a aporta e nós batemos com o nariz: não podíamos passar a fila. Toda a gente que estava na fila já tinha bilhete e nós tivemos somente que ir para o fim e ir andando aos pouquinhos. Valeu-nos uma hora e meia ao Sol (sol tal que os que esperavam até faziam chapéus com os mapas para se protegerem) à espera que a fila ficasse mais curta.

Após sermos revistados finalmente entramos nos aposentos do Rei Sol. Andámos pelas salas com nomes de Deuses, pelos quartos, pelos os enormes salões com tectos lindos (mini confissão: em vez de olhar para o conteúdo das salas eu ficava abismada a olhar para os tectos, são magníficos!). Versalhes prima pelos pormenores estratégicos que fazem sempre a diferença, pelos tons dourados, pelas lareiras gigantes, os quadros, os lustres, as estátuas, a mobília sofisticada e luxuosa, a capela que mais parece uma igreja ou até uma catedral, as escadarias e os enormes jardins. É tudo perfeito, magnifico, um sonho. É tudo lindo mas o que mexeu mais comigo foi mesmo a famosa Galeria dos Espelhos. Um local extremamente sofisticado, com um tecto incrível, lustres enormes e lindos de morrer e os famosos espelhos. É incrível e as emoções de estarmos num local que esperamos muito por ver são indescritíveis.  Não pudemos visitar os Aposentos da Rainha por estar em obras mas é obviamente compreensível! Uma sala que gostei muito foi a sala das Batalhas. Com um tecto alto e quadros que representavam algumas das batalhas que houveram. É o extremo do absolutismo, do poder e da riqueza.

 Infelizmente não pude ir aos jardins já que era dia de haver um espectáculo de luz e som nos jardins de Versalhes e por isso se não pagássemos para assistir ao espectáculo (que era à noite) não podíamos entrar. Já tínhamos coisas combinadas e por isso não deu. Mas deu para ter um pequeno vislumbre das fontes, dos canteiros floridos e coloridos e do quão enormes são os jardins. São muito mais que dez vezes o tamanho do palácio portanto imaginem!

É a magnificência e o luxo que habitam num dos mais famosos palácios do mundo que é considerado Património Mundial da UNESCO e foi uma honra sequer entrar. Ficaram por ver os jardins e bosques, o domínio de Marie Antoinette, o Grand e o Petir Trianon (que ficam do outro lado dos enormes jardins e as salas que não vimos) mas temos sempre que ter razões para voltar, não é verdade? O palácio de Versalhes é o sentido literal da famosa expressão "à grande e à francesa" e valeu totalmente  tempo de espera e os anos de ânsia para lá ir!


Sala das Batalhas

6 comentários:

  1. Adorava visitar Paris, e o Palácio de Versalhes também faz parte da minha lista de desejos :). Pelas fotos, parece mesmo um sítio lindo! Realmente, os tetos são magníficos, e eles não poupavam mesmo dinheiro nenhum, isso transborda luxo por todos os lados!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Este post foi-me super interessante porque no próximo mês vou lá! Mas, diz-me uma coisa... mesmo sendo gratuito, tiveste que tirar o bilhete na internet, ou não é preciso por ser gratuito? Se me poderes esclarecer agradeço-te imensooo :)

    ResponderEliminar
  3. R: Eu vou passar lá um dia inteirinho e tenciono estar lá bem cedo :)
    Vou com uma amiga que também não vai pagar bilhete, por isso, não vamos comprar nada. No site aparece que temos que indicar que somos jovens e vamos para outro local.

    ResponderEliminar
  4. Adorei este post e as fotografias, ainda não consegui cumprir o meu sonho de ir a Paris...
    http://amiudasempreaandar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Quero muito visitar esse palácio :) Só os jardins deixam-me completamente fascinada!

    ResponderEliminar
  6. Fiquei apaixonada pelo teu relato!! Estudei o Palácio de Versalhes no 11°, na disciplina de HCA, e confesso que de muitos edifícios, este foi um dos que me encantou mais! Espero poder vê-lo diante dos meus olhos, ao vivo e a cores, tal como tu!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar