Páginas

TRAVEL GUIDE: GIVERNY | A Casa e os Jardins do Monet

Antes de avançarmos para a cidade de Paris em si visitamos alguns locais importantes para compreender e sentir coisas que íamos ver nos dias seguintes. Giverny era um local que eu não conhecia e do qual eu nunca tinha ouvido falar mas era um sítio que estava entalado na garganta da minha mãe que das muitas vezes que fora a paris nunca tinha lá dado um saltinho. Vamos ser sinceros, Giverny já não é Paris. É a cerca de hora e meia da cidade das luzes e já é na Normandia. Apesar de longe foi um dos meus locais preferidos que tive a oportunidade de visitar na minha estadia em França.

O Claude Monet é um dos pintores preferidos da minha mãe e desta vez não deixamos a oportunidade escapar. Tínhamos carro e lá fomos em direcção da pequena vila típica desta região. Desengane-se quem pensa que apesar de ser fora da grande cidade que não havia filas, mentira, meia hora de fila para abrir a pestana e foi dos únicos locais onde paguei para entrar (e cada bilhete é uma pintura diferente do Claude Monet, quão brutal é isto?). E desengane-se quem pensa que aqui não há vigilância, há muito menos que na metrópole mas há também militares armados a vigiar.

Após entrarmos somos logo presenteados com as cores incríveis do jardim e com vista para a grande casa do pintor impressionista. É possível entrar na casa das portadas e das escadas verdes mas só dá para entrar em algumas salas (outras dá para ver sem entrar). A minha parte favorita da casa foi o atelier de pintura que estava cheio de quadros deles e ainda tinha uns sofás incríveis com um padrão giríssimo, uma secretária antiga e uma janela (um facto sobre mim: adoro janelas e quanto maiores forem melhor!).

Depois de vermos na casa os quartos, as salas, a cozinha entre outros fomos para os enormes jardins onde existe um lago que foi pintado dezenas de vezes e que podem ver tal como eu vi no Museu d'Orsay ou no Museu de l'Orangerie em Paris e dos quais vos vou falar brevemente. Claude Monet é famoso pelas pinturas dos nenúfares e da ponte japonesa que tinha no jardim (a pintura mais conhecida é provavelmente esta).  E é tão giro ver o local real de algumas pinturas tão famosas e conhecidas no mundo da arte! A cor verde do jardim é tão incrível e densa e contrasta com o lago e com alguns animais que lá habitam.

Apesar de ter alguma gente não é um local confuso ou barulhento contrariamente é um local calmo e excelente para passar uma manhã ou uma tarde em família para apreciar o habitat natural de um dos pintores impressionistas mais famosos. Giverny é um local nas entranhas de França que vale muito a pena conhecer não só para os amantes de arte como para os amantes de locais bonitos, diferentes e que têm um pouco de história!




1 comentário: