Páginas

TRAVEL GUIDE: LISBOA | Lisbon Story Centre

Não amei loucamente o Lisbon Story Centre mas também não desiludiu. Logo verão porquê. No meio da algazarra que havia no Terreiro do Paço por causa do Dia Paralímpico lá fomos - na nossa visita mensal a locais giros - ao Lisbon Story Centre. Facílimo de identificar não fossem os cartazes enormes! Fomos bem recebidos e eu paguei só três euros por ter menos de quinze anos.

 Foi nos dado um áudio guia que não precisávamos de clicar em números para ouvir algo sobre o que víamos, este era tipo GPS e mal chegasse a um local começava a dar. Eram muitos os sítios de paragem e achei os textos que diziam mesmo muito longos ao ponto de se tornar um pouco massador, confesso que achava que havia mais coisas interactivas e não só vídeos, caravelas, bonecos de cera - que confesso que me assustam um bocadinho - e outras tantas coisas como a imitação de uma passarola. A parte inicial não me cativou por não ser grande fã da História dos primeiros povos a habitar na península ibérica e em especial em Lisboa mas tornou-se cada vez mais interessantes a partir dos Descobrimentos e do terramoto de 1755 em que é exibido um filme giro em que se reconstituem os factos. A última parte foi talvez a minha preferidas, o Terreiro do Paço desde que existe até aos dias de hoje, sendo literalmente uma praça do comércio, cais de desembarque e... - o que mais me faz rir - um parque de estacionamento. É interessante mas acho que podia estar mais completo não fiquei muito entusiasmada ao ficar uns minutos a olhar para uma parede enquanto falavam nos auscultadores. Achei a ideia de os audio guias não terem que ser comandados por nós mesmo gira e deu imenso jeito no entanto não em vejo a visitar este espaço brevemente.


Sem comentários:

Enviar um comentário