Páginas

Rótulos

Defini já há algum tempo a área na qual quero ingressar no secundário e cada vez que me perguntam eu respondo que pretendo seguir Línguas e Humanidades. Os revirar de olhos e os risinhos são quase que inevitáveis. Eu pergunto-me porquê? É considerado o curso dos "burros" e aquele para onde "toda a gente" vai para se escapar a matemática, mas é certeiro colocar esse rótulo nas escolhas das pessoas? É necessário reprimir as pessoas por terem gostos, facilidades e dons diferentes? Estas são as questões que coloco sempre que me deparo com troça por isto. Lá porque não me identifico, não gosto e não tenho jeito para todas as áreas de ciências quer dizer que sou menos que os outros? Eu não sou menos boa pessoa que ninguém e não importo menos devido às escolhas que fiz para o meu futuro. O argumento de "Humanidades não tem saídas nenhumas" é estúpido e afirmar que somente outras áreas profissionais têm é absurdo. Para não falar das influências dos pais, professores, colegas e.t.c. "porque se fores para isto arranjas emprego". NÃO. Eu não quero fazer escolhas que não têm nada a haver comigo e que eu não gosto e com as quais tenha de viver para o resto da vida! Isto é o inicio das grandes decisões e não quero falhar, não quero perder anos e não quero retroceder por não ser algo possível, para o qual tenha jeito ou que eu goste. Uma área que não é a minha cara não é um curso com saída para mim. 


10 comentários:

  1. Eu sou de Ciências, mas percebo muito bem aquilo que estás a dizer porque é uma situação bastante comum em qualquer escola.
    Sinceramente, quem terá mais saída? Um aluno de Ciências e Tecnologias com média pouco acima da positiva ou um bom aluno de humanidades? Não podemos pôr as coisas nesses termos, porque é um pouco relativo. Muitas pessoas vão para Ciências quase que impostas (algumas vão mesmo obrigadas) e acabado o primeiro ano estão a mudar de curso porque não é aquilo que procuram e porque se não se gostar é extremamente "doloroso" lá andar.

    ResponderEliminar
  2. Aborrece-me de uma maneira ímpar quando leio estas coisas. Fico mesmo triste quando vejo pessoas com mentes tão pequeninas a pronunciar esses comentários sem pés nem cabeça. Eu tive em humanidades! Eu adoro essa área e identifico-me muito mais com ela. E sabes mais? Eu não fugi à matemática, acho que ninguém o tem que fazer. Burros? Gostava tantoooo de ver um aluno de ciência a explicar-nos um acontecimento de História A. Enfim... Acho melhor ficar por aqui! Mas, de coração, segue aquilo que mais gostas. Não penses nas saídas. Estou em Direito e há imensas pessoas de Direito que foram ali parar. E a minha questão é? Mas ciências não tem mais saídas? Enfim! Desculpa-me! Beijinhos grandes :))

    ResponderEliminar
  3. Como uma pessoa que chegou ao 9º ano sem a mínima ideia do que queria seguir no secundário (porque os testes psicotécnicos diziam humanidades, as pessoas à minha volta diziam ciências - o que me deixou confusa), digo-te que só o saberes o que queres já é óptimo.
    Quanto às bocas, não ligues mesmo. Eu fui influenciada e apesar de ter uma boa média em ciências não gosto do curso, mas como também dá para seguir o que quero por aqui e para o ano já não tenho as disciplinas de que não gosto, continuei.

    ResponderEliminar
  4. O importante é seguires algo com que te identifiques!

    ResponderEliminar
  5. Exatamente, deves fazer as tuas escolhas mediante aquilo que pretendes para o futuro e naquilo em que te sentes enquadrada, independentemente de saídas ou afins. Afinal, se formos a ver, isto está complicado para tudo, temos é que ser bons naquilo que fazemos

    ResponderEliminar
  6. Acredita que a mim aconteceu-me uma coisa parecida! O meu sonho sempre foi ir para humanidades, porque adorava línguas e história, mas como mudei para uma escola no 9º ano, cujo secundário se resumia a uma turma por ano de ciências, tive de ir obrigado (a minha mãe não me deixava mudar outra vez de escola)! Quis desistir, quis sair de lá, mas tive de me esforçar e apesar de não ter tido uma ótima média, estou feliz com o curso que "escolhi" no ensino superior. Acho que não deves deixar ninguém interferir na tua escolha. Se é humanidades que queres seguir, AVANÇA! Tenho a certeza que te vais sair muito bem nessa área! :)

    ResponderEliminar
  7. Algo que me incomoda imenso é isso mesmo, o facto de as pessoas reprimirem os alunos de Humanidades! Ou o facto de as pessoas dizerem que x área não tem saída e, por isso, devemos escolher y.

    Eu sou dos que defende que se gostarmos do que fazemos, há uma maior probabilidade de sermos bons nisso... e quem não quer profissionais bons? Acho que a chave para o sucesso está no que gostamos de fazer... porque estar a fazer alguma coisa que gostamos é muito melhor do que estar a fazer algo que odiamos!
    Vêm sempre com a treta do "ah, essa área não é nada boa... não há emprego para isso...". Há emprego para todo o lado. Uns saem, outros entram! Temos é de saber procurar, ter paciência e sermos melhor do que os outros para diminuir a competitividade.

    Por isso, toma a TUA decisão, porque é o TEU futuro! Se é Humanidades que queres, ignora aqueles risinhos estúpidos e comentários ignorantes e força nisso!

    ResponderEliminar
  8. Tu escolhes o teu curso de secundário com base naquilo que pretendes seguir depois na universidade (isto deduzindo que tencionas ingressar o ensino superior!). Se pretendes ir para uma licenciatura em que entras com os exames de Línguas e Humanidades, porque haverás de frequentar outro curso? Eu quis Gestão desde início e, por isso, fui para a área mais indicada - Ciências Socioeconómicas. Não deixes que comentários e opiniões alheias mal fundamentadas te desorientem e influenciem. Se é isso que queres, de certeza que já avaliaste todos os prós e contras :) Boa sorte!

    ResponderEliminar
  9. Leonor, segue aquilo que TU queres e ignora esses comentários nojentinhos. Eu estou em artes e brinco muitas vezes que vou acabar a trabalhar no mcdonalds. As pessoas não entendem que quando escolhemos uma área, já pensámos em todas as hipóteses.

    ResponderEliminar
  10. Quem fala assim não é gago, Leonor! És tão madura para a tua idade! Segue aquilo que te faz feliz e certamente vingarás!
    Beijinho*

    ResponderEliminar