Páginas

Crescimento

Quando eu comecei a escrever num blogue a sério, quase há dois anos, eu não fazia a menor ideia do que estava para vir. Eu tinha doze anos e muito mudou. Eu tinha a certeza absoluta que queria escrever como profissão e por isso quis desde cedo começar a praticar, porque achava que quanto mais crescesse mais o meu sentido crítico e a minha escrita evoluíam. Acho que não estava errada. Aprendi a opinar melhor, já sou muito mais fluída a escrever e os temas que abordo pouco têm a haver com o que  abordava, a isto eu chamo crescimento. Eu tinha a certeza absoluta que queria construir sobre a escrita a minha vida, hoje, já não é bem assim. Já não tenho essas certezas e assumo que ainda tenho mais dúvidas que há dois anos atrás. Escrever e gerir um blogue tornou-se num hobbie e deixou de ser uma tentativa de melhorar a minha escrita para um futuro que eu acreditava existir, a escrita que acredito que também foi crescendo tal como eu ao longo deste tempo. Tive possibilidade de contactar com pessoas excelentes, tive a oportunidade de participar em projectos fenomenais e consegui gravar todos os dias desde 1 de Junho de 2014 um pedacinho de mim num blogue. Olhar para trás e ver por aquilo que passei, as barreiras que já ultrapassei, quem eu já fui e naquilo em que acreditava é fenomenal. Ainda melhor? Discordar com opiniões passadas por se ter outro ponto de vista. Crescimento. Tive que me desenrascar muitas vezes e estive milhões de vezes para colocar um ponto final na coisa mas isso, felizmente, não aconteceu. Eu cresci e este blogue acompanhou-me e foi um porto seguro em muitos momentos. Onde estaria eu neste momento sem um blogue? Não sei, mas sei que estaria menos culta e informada e ainda incompleta. Estou imensamente grata por existirem pessoas que me lêem e que gostam, muito obrigada mesmo, de coração.


9 comentários:

  1. E é tão bom acompanhar-te de perto e ver o teu crescimento. Sem dúvida que tens melhorado imenso, a cada dia que passa. Daí o Dancing Shoes já ser dos meus cantinhos favoritos desde há uns meses. Mereces o melhor!

    ResponderEliminar
  2. Tu surpreendes-me (surpreendeste-me quando descobri o teu blog e ainda hoje o fazes) tanto! Então com este texto...

    Não consigo acreditar sequer na idade que tens. Sinto que na tua idade não tinha metade da tua maturidade, não dava importância às coisas que tu dás, não escrevia como tu escreves e principalmente, não conseguia transmitir a confiança, o carinho e a sensatez que tu consegues - este texto é prova disso.

    Digo isto porque acredito mesmo que tu ainda vais ser muito maior do que aquilo que és agora, tens todo o potencial para te tornares num ser humano incrível (não que já não o sejas), com uma cultura excepcional (não que já não a tenhas). És uma das pessoas que conheci, através do blog, que transparece um maior crescimento - esse mesmo de que falas - e é um prazer ler aquilo que tens para contar.

    ResponderEliminar
  3. Leonor... que nome bonito! Mais bonito ainda é a forma sincera como relatas tudo aqui, no blog. Há já algum tempo que ando a pensar neste blog. Que começa a crescer e bem. Acho que, de certa forma, me fazes recordar de mim. Dos meus passos-bebé no blog. Da minha maneira de ver as coisas de uma forma adulta mas também bela, apesar de ter os meus 14 aninhos. Comecei a escrever muito cedo e já conto com alguns blogs que iniciei e dos quais desisti também. Mas continuar aqui, perto dos 20 anos, diz muito acerca do que isto nos faz. Eu estou grata por ter tido a ideia de um dia falar para o vazio. Hoje, o blogue é mesmo muito gratificante na minha vida e influencia-me muito, da forma mais positiva possível.

    Só me resta esperar que também tu tenhas um percurso fabuloso e, sobretudo, sincero.
    Gosto muito de ler o Dancing Shoes. Parabéns. :)

    ResponderEliminar
  4. És tão pequenina mas tão GRANDE miúda! Revelas muita maturidade, mesmo!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Compreendo tão bem querida, ainda ontem estive a ver os meus blogs antigos e mal eu sabia o que estava para vir e mudar a minha opinião e tenho pena de não ter continuado desde o inicio com o mesmo como tu, espero finalmente assentar com este.

    ResponderEliminar
  6. Não te acompanho desde o inicio, mas sem dúvida que tens um excelente blog e tal como a Inês disse a tua idade não define mesmo a tua maturidade, és sem dúvida muito madura e é um orgulho haver pessoas como tu!

    ResponderEliminar
  7. Não te acompanho desde o início porque só cá estou há um anito, mas gosto imenso do teu blog e nunca na vida te dava a idade que tens :) Muitos parabéns e continua assim!

    ResponderEliminar