Páginas

TRAVEL GUIDE: BOMBARRAL | Buddha Eden

Confesso que o Buddha Eden não era nada do que estava à espera. Eu achava que se tratava de um jardim com umas estatuetas de Buddhas e nada mais. Estava redondamente enganada. Considero este jardim que aparentemente está na moda como uma fusão de mistela sem roteiro e de uma exposição ao ar livre. Porquê? Porque não há somente Buddhas, há arte contemporânea e arte africana, coisas que eu não esperava mesmo ver, espalhadas pelo enorme recinto.

Apesar de tudo, as estátuas eram bonitas e é um local que transmite muita paz e está cheio de boas vibes. É um mundo completamente ao lado que prima pela inovação e que nos faz fazer um passeio de fim-de-semana diferente. Entre o som dos pássaros e o som da água a correr é impossível não fotografar tudo e não focar bem as incontáveis e bonitas estátuas levadas ao mais ínfimo pormenor. Embora os grandes lagos e tudo muito cuidado penalizo o espaço por falta de fontes de água, a existência de somente uma casa-de-banho no enormesco espaço e falta de um roteiro ou de um mapa que identificasse as esculturas e que expliquem o seu significado, de onde vêm e mais informações pertinentes. A inexistência de mapa obriga-nos a explorar o recinto sem sabermos por onde ir e sem sabermos o que estamos a observar.

O que há para ver mesmo? O exército terracota (cerca de 700 soldados pintados à mão), muitos Buddhas e miniaturas de habitações, um pórtico e algumas estátuas que relembraram a minha mãe da China, Índia e da Tailândia, a Aldeia Africana com pessoas e animais esculpidos, um anfiteatro, uma parte com arte mais moderna (está lá uma obra de Joana Vasconcelos, por exemplo) e os enormes lagos cheios de patos.

 Segundo percebi este espaço pretende ser um jardim com coisas do mundo inteiro e por isso não entendo o facto de se chamar Buddha Eden (talvez por ter começado por ser somente um espaço para Buddhas (??)). Os bilhetes são 3€ e até aos 12 anos não se paga. Considero o preço bem justo para tudo aquilo que visualizei. Há também a opção de ir num comboio (mais 3€) que passa por só alguns locais (dizem que dura trinta minutos mas na realidade dura uns quinze). Tem três paragens e quase que não há tempo para passear e fotografar pelos arredores. 

Apesar de diferente e bonito contém muitas falhas mas é um local com potencial apesar de extremamente artificial (o que já era de esperar). Fica na Quinta dos Loridos no Bombarral e apesar de tudo, vale a pena para uma saída fora do comum.










10 comentários:

  1. Eu estive lá no meu 12º Ano - há 3 anos, portanto - e adorei (a meteorologia colaborou e tudo correu bem!). Acho que é um espaço super agradável para um passeio diferente e as peças que vamos encontrando pelo caminho são fascinantes. Não andei no comboio - fizemos tudo a pé - e tive a mesma sensação que tu: é um espaço que transmite paz e tranquilidade. Gostei mesmo muito, fotografei imenso e quero regressar!

    ResponderEliminar
  2. Esse é um dos locais a que tenciono ir num fim-de-semana prolongado que irei fazer em Abril ou Maio. Apesar do que disseste e de ter ficado um bocadinho de "pé atrás", acho que vou lá passar na mesma :)

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia, mas fiquei fascinada com as fotografias :)

    ResponderEliminar
  4. Um dos locais que quero visitar este ano é o Buddha Eden, já vi fotos tão lindas ...:)

    ResponderEliminar
  5. Realmente esses pontos que mencionaste podiam ser melhorados, mas acho que me convenceste pelas fotografias. Espero ter oportunidade de visitar no futuro.

    ResponderEliminar
  6. Quero tanto visitar este local! :o
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Há imenso tempo que quero visitar este jardim!!1

    ResponderEliminar
  8. Já tinha conhecimento deste jardim, faz parte da minha lista de locais a visitar e mal posso esperar por isso!
    Nomeei o teu blog para uma Tag, passa por lá e dá uma espreitadela :) http://something-on-the-way.blogspot.pt/2016/02/tag-liebster-award.html

    ResponderEliminar
  9. Já estive lá há cerca de 3 anos e gostei muito. Tal como tu, concordo que é um local que nos dá uma certa tranquilidade, mas achei que precisa de alguns melhoramentos. Adoraria se as ideias que referiste fossem postas em prática. Um mapa e uma explicação das diferentes zonas e estátuas era excelente. Também me lembro que quando lá fui havia uma parte que parecia ainda estar em obras, talvez estivessem a construir um novo espaço, pelo menos assim espero. Na altura fui com a escola, mas acho que gostava de lá voltar agora com os meus pais e o meu irmão.

    ResponderEliminar
  10. Gosto imenso deste jardim, apesar de saber precisamente para onde ia e das expetativas serem altas, conseguiu superar - uma beleza sem igual. Já ponderei voltar de preferência voltar com um céu azul. O dia estava tristinho e meio cinzento mas mesmo assim saí de lá tão tão satisfeita!

    Gostei muito do teu cantinho, beijinho :) *

    ResponderEliminar