Páginas

O MEU NOVO BULLET JOURNAL + MATERIAIS QUE USO

Sou adepta do conceito do bullet journal faz três anos e no meu quotidianos não só me obriga a puxar pela minha capacidade criativa - que é algo que sinto falta num curso tão teórico como o meu - obriga-me a ser organizada e não me deixa ser formatada por agendas já confeccionadas. O bullet journal faz o meu estilo e é o meu melhor amigo no planeamento e na organização dos meus dias. Mas o que é um bullet journal mesmo? Eu respondo, o bullet journal é tudo o que tu quiseres. Um calendário, uma agenda, um scrapbook, um sketchbook, uma to do list, um bloco de notas, enfim, tudo o que te vá à cabeça. Chega-te um caderno em branco e apesar de eu adorar utilizar aguarelas, cores e mil e um recortes o teu bullet journal pode basear-se a uma só caneta. O mais giro é que é totalmente personalizado, é tudo feito à tua maneira e como tu queres. Foi isto que me fez apaixonar pelo conceito: a liberdade. E nunca vão encontrar dois bullets iguais.

Mostrei aqui o meu primeiro bullet journal e terminei o meu segundo em Julho e não o vou mostrar pois o resultado não foi o que mais me agradou ( pro tip: não comprem cadernos  demasiado baratos, podem ser muito bonitos no inicio mas uns meses depois já estão completamente deteorizados, estragam-se com facilidade e são pouco resistentes, o meu antigo era da Primark e não recomendo pois não se enquadrava comigo, o que é pena). Assim sendo decidi mostrar o que adquiri há pouco tempo para me acompanhar neste ano lectivo e em todas as aventuras que vêm aí. Está quase em branco mas vou-vos mostrar como se processa o inicio de um e como podem começar o vosso.



Depois de ter cometido o erro de adquirir um caderno de qualidade muito fraca este ano decidi investir numa marca que já tinha ouvido maravilhas: Leuchtturm 1917. Comprei através da loja Mi Tienda de Arte que foi onde encontrei mais barato exactamente aquele que queria. São caros mas pagas a qualidade. Escolhi o azul - que outra cor teria mais a haver comigo?! - pontilhado de modo a poder desenhar e pintar o que quisesse sem estorvos e mesmo assim tendo guias para desenhar linhas e escrever, super prático!

O caderno que escolhi é no tamanho A5, de capa rija e com um elástico para o manter fechado - estes três elementos são essenciais para mim - tem também para além das páginas pontilhadas, páginas numeradas, são cerca de 250 páginas e no inicio tem umas páginas inteiramente dedicadas ao índice - as páginas numeradas ajudam imenso nesta tarefa! Outro ponto forte é sem dúvida os dois marcadores, um que fica sempre no calendário anual e outro que fica na página das tarefas. Por último, no final existe um envelope onde podem guardar tudo o que quiserem de forma segura, perfeito para quem como eu adora guardar recortes, fotografias entre muitos outros.


Agora sim, vou começar a apresentar-vos o interior do meu bullet journal. No inicio decidi escrever uma frase inspiradora - coisa que adoro escrever aqui - e depositei o meu código. Os códigos variam sempre de pessoa para pessoa e eu simplifiquei e tornei-o naquele que mais me dá jeito de acordo com as minhas experiências passadas. Neste caso tenho para as páginas de tarefas um quadrado em branco para tarefas por fazer, quadrados totalmente pintados para concluídos, meio pintados para meio concretizado, com uma cruz em cima para cancelados e com uma seta como coisas para estudar. As cores uso nos calendários para conseguir perceber melhor. Amarelo para escola, azul para escuteiros, rosa para ginástica, verde para aniversários e laranja para outros.


Algo que comecei no ano passado e voltei a adoptar este ano foi um sítio para registar todas as notas. Registo a disciplina, o tipo (apresentação, teste, mini-ficha) e a minha expectativa de nota antes e depois de fazer o teste e o resultado que obtive. Faço sempre estimativas e aqui consigo ter tudo concentrado. Paras as auto-avaliações nunca tenho de andar com os testes atrás pois tenho tudo registado e é mais fácil para fazer médias e me orientar e comparar as minhas expectativas e a realidade.


A seguir vem o meu tão típico calendário anual, onde escrevo o mais importante e vou riscando uns dias. é um essencial pois adoro ter uma visão geral do meu ano, programar tempo para estudar, fazer coisas com antecedências, contar dias para férias, entre outros


Mas como me apercebi que aqueles rectângulos pequeninos não davam para tudo decidi fazer calendários mensais de modo a ter uma visão geral do meu mês muito mais clara e concisa.


 Este ano dediquei uma página inteiramente ao meu sistema de progresso dos escuteiros para ter sempre os meus objectivos controlados na minha caminhada para a anilha de mérito. Dediquei outra página somente a Game of Thrones que é a única série que acompanho realmente e com espaço para adicionar outra se assim me apetecer, assim não me perco nas contagens!

Depois comecei os meus registos mensais sempre com uma fotografia minha - obrigada pela ideia Carol! - e com o nome do mês - que coloco no picmonkey. Depois vêm os meus objectivos mensais e um espaço aberto para ideias. Faço isto todos os inícios de mês. No envelope da contra capa tenho lá todos os separadores mensais prontos a usar!


Depois de usar estes separadores começam as tarefas, com o código que descrevi acima, onde aponto trabalhos de casa para nunca me esquecer de nada, coisas que tenho de fazer, tarefas, ocasiões, coisas que não me posso esquecer, entre outros. Pode ser imprimir algo, pesquisar uma coisa, anotar uma dúvida. Tenho tudo aqui. Tudo para quando a minha cabeça falha. Aqui começam também as colagens que adoro fazer. Ainda existem só duas, uma dedicada ao Acanac e outra dedicada a planear  minha próxima viagem.


Independentemente da forma como façam o vosso bullet journal, está sempre bem. Tu é que sabes, é teu. Decora, pinta, faz cornucópias, ou então escreve só. É indiferente desde que te sirva. O leque das opções é infinito. Não há regras e tens um caderno inteiro para explorar as inúmeras possibilidades. Sugiro que  procures e te inspires em vídeos no youtube e em ideias do Pinterest. Este é o meu álbum para o bullet onde guardo ideias, pequenos desenhos e rabiscos para me inspirarem. Façam proveito. Isto exige muito trabalho e organização, sobretudo no inicio, mas quando é nosso e gostamos a sério vale sempre a pena.


Agora vamos falar acerca de material. Há que prefira a simplicidade, eu prefiro coisas coloridas e gosto de me divertir a criar. Primeiro temos washi tape que é a forma mais simples e gira de decorar as com o 1 trouxeram me de Amesterdão e estão cheias glitter e com 2 são da Tiger, uma dourada brilhante e depois uma às riscas e outras às bolinhas. Com 3 é material de escrita normal, um lápis e uma caneta de gel preta da uni ball. 4 é um marcador azul da Koi que adquiri no Ponto das Artes. Com 5 temos uma tesoura simples para os recortes e duas canetas de tinta permanente pretas, a primeira é de 0.8mm da unipin e veio do Ponto das Artes, a outra é de 0.4mm e é da Staedtler. 6 é uma caneta vermelha e uma azul básica, 7 são marcadores coloridos comuns e 8 são marcadores em três tons diferentes de azul da Tiger (alerta; transferem!). 9 é a minha fiel borracha da Maped e o meu pincel de água do Ponto das Artes. 10 é uma cola básica e as minhas aguarela eu sei estão nojentas da Van Gogh que se vende no Ponto das Artes. Por fim, 11 é um estojo da mmi.

Espero mesmo que tenham gostado e mal posso esperar por saber a vossa opinião não só acerca do método bullet journal e sobre os meus métodos de organização! Obrigada por lerem e qualquer dúvida, já sabem, será respondida!

8 comentários:

  1. ESTOU APAIXONADA PELA TUA PÁGINA DE GAME OF THRONES (eu não vejo a série, mas adorei o conceito de marcar os episódios vistos!). Tens a app TvShow Time se por qualquer razão - que não parece o caso - preferires marcar os eps numa app.

    R: Vai! Acho que eles estão a oferecer uma promoção em que não pagas o produto mais barato se comprares x produtos.

    ResponderEliminar
  2. Sou feliz com a minha agenda, mas esta publicação deu-me imensa vontade de ter um bullet journal.
    Adoro o teu sentido estético (até porque também adoto o azul como cor favorita), obrigada por nos mostrares um pedaço teu.
    Beiinhos!

    ResponderEliminar
  3. Eu delicio-me com publicações deste tipo! O teu bullet journal vai ficando cada vez melhor, miúda! Os separadores personalizados dão, sem dúvida, um toque bastante especial.
    Só tenho pena de não ter motivação, jeito e paciência para fazer algo do género! Mas deu muita vontade, depois de espreitar estas fotografias e ler o teu textinho!
    Beijinho*
    http://nouw.com/juu/

    ResponderEliminar
  4. eu adorava, mesmo, ter paciência para ter um bullet journal, de verdade! acho mesmo incrível o teu! parabéns :D

    ResponderEliminar
  5. adoro bullet journals e ver o de cada pessoa :) o teu está super giro e original, adorei
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Já utilizei um Bullet Journal mas agora voltei a inclinar-me para as agendas. O conceito do teu BuJo está lindo! :)
    Beijinho.

    http://nepheshing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Uau!!!! Tãooooo giro Leonor
    Já tentei o conceito do bullet journal duas vezes (porque a ideia de sermos nós a criar a nossa própria agenda é absolutamente genial e o resultado pode ser mega giro - de apontar que é o caso do teu) mas cheguei à triste conclusão que não resulta comigo. Sou uma perfeccionista e o tempo que tinha de investir nele no início de cada mês era tempo que muitas vezes não tinha. Por isso o que agora faço é ter um caderno de páginas completamente brancas em que rabisco, escrevo ideias, pensamentos e onde faço também listas mas não tem propriamente uma organização

    ResponderEliminar