Páginas

TRAVEL GUIDE: BUDAPESTE | Invisible Exibition

Invisible Exibition foi algo que eu nunca tinha experimentado antes. É uma exposição em forma de sensibilização pelos invisuais onde aprendemos imenso como é um dia normal no dia de um cego ou de alguém com problemas visuais. A Invisible Exibition é um exposição totalmente às escuras, podias estar de olhos abertos ou fechados que era igual. Estava escuro como  o breu de modo a que não fizéssemos a mínima ideia de onde estávamos, de quem estava connosco ou no que raio estávamos a tocar. A sala escura - e gigante! -  era um apartamento e nós calcávamos as paredes, descobríamos o piano e tocávamos, abríamos o forno, atirávamos-nos para o sofá e mexíamos em absolutamente tudo de modo a descobrir o que era. Esta experiência obrigou-nos a activar todos os nossos restantes sentidos e achei que tinha sido uma exposição brilhante. Para além do apartamento, fomos levados por uma "estrada" para compreender como é que estes as atravessam e ainda nos levaram a uma casa de campo com imensas texturas diferentes e montes de coisas estranhas para identificar com o tacto. Foi cerca de uma hora na câmara escura tanto que já nos conseguíamos reconhecer pelo tacto da nossa roupa, sem sequer falarmos. Não se assustem, as arestas estão limadas de modo a que ninguém se magoe mas é sempre preciso cuidado!

Já na luz, no exterior, temos um labirinto, um bastão e uma venda para o percorrer e para além disso, a nossa guia, que era uma invisual explicou-nos como é que fazem tudo, mostrou-nos jogos de tabuleiro e a forma como os adaptaram, falámos de imensos temas à volta do assunto mas aquele que sem duvida mais me prendeu foi como é que os cegos sonham. Achei extremamente interessante e recomendo mesmo que vão. Sei que não há somente na Hungria, mas na Polónia, na Republica Checa e em mais alguns países, é uma questão de procurar! Despertou-nos sem dúvida para este mundo e foi uma experiência única e super divertida e enriquecedora!




3 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar e tenho muita curiosidade! Cada vez mais acredito que compreendemos melhor o "outro lado" de tudo quando nos colocamos no lugar do outro, da forma mais fiel possível. É um "abre olhos" que definitivamente quero experimentar :)

    ResponderEliminar
  2. Nunca tinha ouvido falar deste tipo de exposição mas gostava de experimentar.

    ResponderEliminar
  3. Nunca tinha ouvido falar, mas parece ser uma experiência incrível!
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar