Páginas

Coisas Que Não Sabias Sobre Ginástica Rítmica

A rítmica é um desporto conhecido pelos exercícios brutais e pelos fatos bonitos mas a verdade é que não ganham nada com eles. Bem que podiam ir sem maquilhagem, com um coque básico e um fato básico preto dos mais baratos que continuavam a ter a mesma pontuação. Mas faz parte da magia os fatos cheios de pedras preciosas (ou não tão preciosas), com ou sem saia, com ou sem mangas, pintados à mão, feitos à medida, com calças, com alças. As opções são infinitas e muitas vezes as empresas oferecem fatos para fazerem publicidade  e há quem pague perto dos mil euros por um pedaço de pano que demora muito tempo a ser feito. Faz parte do espectáculo e apesar se pouco acessíveis é das coisas que mais me fascina neste desporto.

Em Portugal as atletas de alta competição estudam e quando têm tempo treinam. No estrangeiro as atletas treinam e quando podem estudam. 

As atletas estrangeiras (especialmente as da Europa de Leste)  têm aulas de dança, coreografia, técnica de aparelho, ballet, condição física entre outras nos seus centros de treinos.

Todas as fitas são medidas antes da competição. As atletas perdem pontos se esta tiver um comprimento menor a seis metros.

Existem competições para atletas com síndrome de Down em Espanha e estas são incríveis!

Originalmente as competições de seniores (as que passam na televisão) tinham provas dos cinco aparelhos da modalidade mas agora só fazem quatro. A corda não se via na televisão então cancelaram esse aparelho. Este continua a ser utilizado pelas ginastas do escalão júnior.

Há um  exercício que foi muito famoso durante uns tempos (inclusive, eu concretizei-o numa apresentação de grupo no meu primeiro ano de ginasta) que consistia no equilibrio num só joelho e que foi proibido pela Federação Internacional de Ginástica porque muitas atletas se lesionaram a concretizá-lo.

Existe um tipo de competição chamado Aesthetics Group Gymnastics que está inserido na rítmica que é um grupo de oito ginastas e não utilizam aparelhos. Não é modalidade olímpica e não costuma aparecer nas competições mas existe e é originária da Finlândia (que são as melhores do mundo!)

Se achavam que rítmica era somente para raparigas desenganem-se, nasceu a ginástica rítmica masculina no Japão na qual utilizam aparelho mas que misturam também alguns elementos de artística e acrobática e não façam cara de esquisitos, estes atletas são brutalmente fascinantes!

O painel de juízes divide-se em juízes de dificuldade e de execução e ainda existem juízes para verem se as atletas saem das linhas do praticável. As atletas podem ter no máximo 20 pontos.

A maioria das ginastas põe um ponto final nas suas carreiras até aos 23 anos.

Nos Jogos Olímpicos as as atletas vencem medalhas pela classificação geral e não por aparelho e por equipa como na ginástica artística.


3 comentários:

  1. partilha mais curiosidades :) acho mesmo interessante :)

    ResponderEliminar
  2. Algumas curiosidades surpreenderam-me! Adoro este tipo de publicações :)

    ResponderEliminar